Operação da Delta Air Lines para os Açores comprova atratividade da Região enquanto destino turístico

Operação da Delta Air Lines para os Açores comprova atratividade da Região enquanto destino turístico

 

AO/Online   Regional   25 de Mai de 2018, 08:56

A Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo salientou que a operação da Delta Air Lines que se inicia hoje “prova, uma vez mais, que os Açores são um destino turístico com grande atratividade”.


“Não temos dúvidas da importância que esta iniciativa terá, com impactos diretos em termos de crescimento económico na Região, correspondendo a um mercado prioritário no Plano Estratégico e de Marketing do Turismo dos Açores”, frisou Marta Guerreiro, que falava, no Aeroporto João Paulo II, em Ponta Delgada, na cerimónia de boas vindas ao voo inaugural da Delta Air Lines.

 Segundo a governante, “trata-se de uma aposta bastante expressiva, de cinco voos semanais entre Nova Iorque e Ponta Delgada, o que, claramente, constituirá grande fator de dinamização do setor”, refere em nota publicada no Gacs.

“Qualquer que seja a companhia aérea a operar para os Açores com ligações que potenciem o nosso destino turístico nos nossos mercados estratégicos será sempre encarada com elevada abertura por parte do Governo dos Açores”, assegurou a titular da pasta do Turismo, destacando a decisão da Delta Air Lines de voar para a Região.

Marta Guerreiro salientou que “este é mais um momento muito positivo para o turismo dos Açores, que atualmente se encontra com uma notoriedade cada vez mais fortalecida”.

A Secretária Regional apontou a existência de algumas dezenas de ligações diretas aos Estados Unidos durante todo o ano, considerando que “esta nova operação vem reforçar a ligação a este mercado”

“Só para este verão IATA estão previstos mais de 400 voos entre os Açores e os EUA, nomeadamente de Boston, Providence e Nova Iorque para Ponta Delgada e de Boston e de Oakland para a Terceira, onde a Azores Airlines detém ter um peso indiscutível, com claro impacto nos atuais níveis de crescimento do mercado”, acrescentou.

Marta Guerreiro adiantou ainda que, no último ano, registou-se “um crescimento de cerca de 29% no número de dormidas do mercado americano”, acreditando que “terá um novo aumento em 2018”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.