ONU diz que população mundial vai atingir os 9,8 mil milhões em 2050

ONU diz que população mundial vai atingir os 9,8 mil milhões em 2050

 

Lusa/Açoriano Oriental   Economia   21 de Jun de 2017, 19:17

Um novo relatório da ONU antevê que a atual população mundial de 7,6 mil milhões atinja os 9,8 mil milhões em 2050 e os 11,2 mil milhões em 2100, divulgou a organização internacional.

O relatório apresentado pelo Departamento dos Assuntos Económicos e Sociais das Nações Unidas indicou que a população mundial ganha, todos os anos, 83 milhões de pessoas.

"Atualmente, temos uma população estimada em 7,6 mil milhões e a nossa projeção até 2100 é que a população atinja os 11,2 mil milhões. A grande parte do crescimento vai ser em África, por causa, mais que tudo, dos níveis de fertilidade. Vários países africanos têm uma fertilidade relativamente alta e o processo dentro da projeção prevê que a população irá continuar a aumentar”, disse o chefe da unidade de estimativas populacionais e projeções do Departamento dos Assuntos Económicos e Sociais das Nações Unidas, François Pelletier, numa entrevista à ONU News.

Ainda no campo da fertilidade, o relatório foca o caso do Brasil que está entre os 10 países que registaram a menor fertilidade em relação ao nível de reposição no período entre 2010 e 2015.

Segundo as novas projeções da ONU, a população da Índia deve superar a da China em sete anos, ou seja, em 2024. Atualmente, a Índia tem 1,3 mil milhões de pessoas e a China uma população de 1,4 mil milhões.

Entre os 83 países que representam 46% da população mundial estão: China, Estados Unidos, Rússia, Japão, Vietname, Alemanha, Irão, Tailândia e Reino Unido.

O documento estima também que entre 2017 e 2050 metade da taxa de crescimento da população ocorra em nove países: Índia, Nigéria, República Democrática do Congo, Paquistão, Etiópia, Tanzânia, Estados Unidos, Uganda e Indonésia.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.