ONU condena ataque aéreo da coligação árabe contra mercado

ONU condena ataque aéreo da coligação árabe contra mercado

 

Lusa/AO online   Internacional   16 de Mar de 2016, 17:09

O secretário-geral da NATO Ban Ki-moon condenou o bombardeamento da coligação militar árabe que atingiu na terça-feira o mercado al-Khamees, na província iemenita de Hajjah.

Trata-se do “incidente mais mortífero desde o início do conflito” e o segundo do género em duas semanas, sublinha Ban em comunicado, onde também solicita “um inquérito rápido, eficaz, independente e imparcial”.

O chefe da ONU apela uma vez mais a todos os beligerantes a “respeitarem plenamente as suas obrigações internacionais” e cumprirem os princípios “de precaução e proporcionalidade”.

Os ataques dirigidos contra civis “são estritamente proibidos” e constituem “violações graves das leis humanitárias internacionais”, recordou Ban.

Pelo menos 41 civis foram mortos na terça-feira no decurso de ‘raides’ aéreos da coligação dirigida pela Arábia Saudita sobre um mercado na província de Hajjah, situada no norte do Iémen e controlada pelos rebeldes.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.