Sismo no Haiti

ONG brasileira abriga 5000 sobreviventes do terramoto


 

Lusa / AO online   Internacional   13 de Jan de 2010, 15:39

A organização não-governamental brasileira Viva Rio, que actua no Haiti, está a abrigar pelo menos 5 000 pessoas vítimas do sismo de 7 na escala Richter que abalou o país na terça-feira.
"Há uma multidão de haitianos que buscou um ambiente de refúgio e que passou a noite no centro comunitário do Viva Rio, que tem 25 mil metros de área", disse à Lusa o fundador da ONG, Rubem César Fernandes.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.