Gripe A

OMS nega ter declarado pandemia por influência de laboratório

OMS nega ter declarado pandemia por influência de laboratório

 

Lusa / AO online   Internacional   26 de Jan de 2010, 09:59

A Organização Mundial de Saúde (OMS) negou esta terça-feira no Conselho da Europa ter sido influenciada pelos fabricantes de vacinas para declarar o estado de pandemia da gripe A (H1N1).
Durante uma audição no Conselho da Europa, o conselheiro especial da OMS para as pandemias da gripe, Keiji Fukuda, indicou que a agência da ONU “não tinha sido influenciada pelos laboratórios” e recordou que os peritos consultados “assinam uma declaração relativa aos seus interesses privados”.

Trata-se mesmo de uma pandemia que é “formalmente estabelecida, que ainda não terminou”, indicou Fukuda à comissão da saúde da assembleia parlamentar do Conselho da Europa.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.