BPN

Oliveira e Costa vai a julgamento


 

Lusa / AO online   Economia   18 de Mar de 2010, 15:05

O Tribunal Central de Instrução Criminal decidiu hoje levar a julgamento o ex-presidente do BPN Oliveira e Costa, acusado de crimes como abuso de confiança, burla qualificada, falsificação de documento e branqueamento de capitais.
Segundo o despacho de pronúncia, o juiz Carlos Alexandre decidiu pronunciar Oliveira e Costa, mantendo a medida de coação de prisão domiciliária.

O juiz decidiu não pronunciar oito arguidos - seis ligados a uma empresa chamada Camden cuja actividade o tribunal entendeu não configurar crime, Isabel Ferreira e Manuel Santos. Decidiu ainda despronunciar parcialmente outros dois arguidos, um deles do crime detenção ilícita de acções e outro do crime de cumplicidade em burla qualificada.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.