OE aprovado hoje na generalidade


 

lusa/AO On line   Nacional   3 de Nov de 2010, 05:36

O Governo encerra hoje o debate na generalidade do Orçamento do Estado para 2011, que terminará com a votação do documento, que será viabilizado por PS e PSD, com os votos contra das restantes bancadas.

Depois de no primeiro dia do debate, socialistas e sociais-democratas terem trocado argumentos e acusações, hoje serão os votos favoráveis da bancada ‘rosa’ e a abstenção da bancada ‘laranja’ que irá permitir a aprovação na generalidade da proposta do Governo para o Orçamento do Estado para 2011.

Imediatamente antes da votação, decorrerá o período do encerramento do debate, que terá uma duração de 100 minutos.

O primeiro partido a falar no encerramento será o partido ecologista Os Verdes, seguido pelo PCP e pelo Bloco de Esquerda. Depois intervirá a bancada do CDS-PP, antes do grupo parlamentar do PSD e da bancada socialista. O último a falar será o Governo.

Ainda durante a manhã, os partidos e o Governo terão cerca de três horas e 20 minutos de debate.

Na terça-feira, o tom crispado entre o Governo e a bancada do PSD acabou por marcar o primeiro dia do debate da generalidade com os sociais-democratas a acusarem o primeiro-ministro de ser “pobre e mal agradecido” depois de estar assegurada a viabilização do Orçamento e a dizerem que José Sócrates “vai ter de passar pela vergonha de ser demitido”.

Na resposta a estas acusações, o primeiro-ministro lamentou o discurso “incompreensível” da bancada do PSD, assegurando que não teme “o julgamento popular”.

Contudo, José Sócrates também acabaria por devolver as críticas, acusando a bancada do PSD de ter “duplicidade de posições”, negociando por um lado com o Governo para viabilizar o Orçamento, mas depois recusando ser “confundida com as medidas impopulares” porque “só pensa em votos”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.