Ocorrências em ambiente escolar aumentaram 6,2 por cento

Ocorrências em ambiente escolar aumentaram 6,2 por cento

 

Lusa/AO online   Nacional   31 de Mar de 2016, 18:02

As ocorrências registadas pelas forças de segurança em ambiente escolar aumentaram 6,2 por cento, no ano letivo 2014/15, face ao anterior, para um total de 7.110 casos, segundo o Relatório Anual de Segurança Interna (RASI).

Há registo de 140 ofensas sexuais e 104 de posse ou consumo de droga, 68 por posse ou uso de arma e 30 de ameaça de bomba.

A maioria das situações reportadas no âmbito do programa Escola Segura (67%) são de natureza criminal.

Porém, os atos de natureza criminal, que totalizaram 4.768 situações, baixaram 1,8% em relação a 2013/14, de acordo com o documento entregue na Assembleia da República.

No interior da escola, verificaram-se 3.400 ocorrências de natureza criminal, mais 76 do que no ano anterior (2,3%). Por outro lado, no exterior dos estabelecimentos de ensino, a PSP e a GNR registaram 1.368 casos, menos 162 do que em 2013/14.

A grande maioria dos casos aconteceu dentro da escola e o principal motivo foi ofensa à integridade física (1.608), seguindo-se o furto (1.261), injúrias e ameaças (688) e vandalismo ou dano (275).

O distrito de Lisboa surge no relatório com 2.866 casos, seguindo-se o do Porto (1.270) e Aveiro (503).

Logo a seguir está o distrito de Setúbal (492), Faro (371), Braga (269), Coimbra (180) e Leiria (170).

Évora (com 57 situações), Guarda (com 64) e Castelo Branco (65) são os distritos com menor número de ocorrências.

O RASI 2015, hoje entregue no parlamento, indica que criminalidade geral aumentou 1,3 por cento no ano passado, face a 2014, mas a criminalidade violenta e grave diminuiu 0,6 por cento.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.