Obuses disparados pelo exército ucraniano atigiram território russo

Obuses disparados pelo exército ucraniano atigiram território russo

 

LUSA/AO Online   Internacional   28 de Jun de 2014, 15:17

Um posto fronteiriço e algumas aldeias situadas em território russo foram atingidas por três obuses disparados pelo exército ucraniano, violando o cessar-fogo, revelaram hoje os guardas do posto, citados por várias agências noticiosas.

“Após os confrontos em território ucraniano, obuses disparados pelos militares ucranianos atingiram o território russo”, afirmou o porta-voz dos guardas fronteiriços da região de Rostov-sur-le-Don, no sul da Rússia, Vassili Malaev. Segundo o responsável, “um dos morteiros danificou seriamente um edifício da alfândega”. Na sexta-feira, o chefe do governo da autoproclamada república popular de Donetsk, Alexandr Borodai, anunciou que os rebeldes pró-russos das regiões de Donetsk e Lugansk, leste da Ucrânia, prolongaram o cessar-fogo até segunda-feira, 30 de junho. “[O Presidente ucraniano] Petro Porochenko prolongou o cessar-fogo até 30 de junho. Nós também vamos cessar fogo durante esse período”, disse Borodai, referindo-se a uma decisão ainda não anunciada pelas autoridades de Kiev. Poroshenko esteve na sexta-feira em Bruxelas para assinar um acordo de associação com a União Europeia. Uma fonte diplomática europeia indicou que o Presidente ucraniano aceitou prolongar a trégua, mas, pouco depois, Porochenko disse à imprensa que a decisão só será tomada quando regressar a Kiev, hoje à noite, depois de ouvido o ministro da Defesa e o conselho de Defesa. O cessar-fogo, decretado no sábado 21 de junho e que expirava às 22:00 locais (20:00 em Lisboa) de sexta-feira, prolonga por mais 72 horas o prazo para que as duas partes tentem ultrapassar divergências para procurar uma solução para o conflito, que já fez centenas de mortos.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.