Obama autoriza postura mais agressiva das tropas norte-americanas no Afeganistão

Obama autoriza postura mais agressiva das tropas norte-americanas no Afeganistão

 

LUSA/AO Online   Internacional   10 de Jun de 2016, 16:07

O Presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, autorizou as forças militares do seu país no Afeganistão a atacar mais diretamente os talibãs, grupo muçulmano extremista que ameaça o Governo de Cabul, disse hoje um responsável norte-americano.

Apesar da presença durante mais de 14 anos de milhares de elementos das tropas da NATO para apoiar as autoridades afegãs e dezenas de milhões em ajuda militar e civil, os talibãs estão a recuperar terreno. As forças norte-americanas, que já são mentores no terreno das forças especiais afegãs, agora irão fornecer o mesmo suporte para o exército regular que luta contra os talibãs. "As forças dos Estados Unidos irão fornecer um apoio mais ativo para o exército regular afegão em dois aspetos cruciais, especialmente através do apoio aéreo e acompanhando e aconselhando as forças convencionais afegãs no terreno e no ar", disse a fonte. Diante dessa situação delicada no terreno, o Presidente Obama decidiu manter um contingente de 9.800 homens durante a maior parte de 2016. Além disso, decidiu deixar 5.500 soldados num pequeno número de bases, em vez de remover a grande maioria das tropas e limitar a presença dos Estados Unidos a nível diplomática.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.