"O país precisa de crescer e para crescer precisa de investir"

"O país precisa de crescer e para crescer precisa de investir"

 

Lusa/AO online   Nacional   14 de Jul de 2016, 18:03

O primeiro-ministro, António Costa, defendeu a necessidade de investimento para o país poder crescer, área onde assegurou que o Governo está presente.

 

"O país precisa de crescer e para crescer precisa de investir", vincou o chefe do Governo, que falava numa cerimónia, em Lisboa, de implementação de dois instrumentos financeiros de capitalização e financiamento das pequenas e médias empresas (PME) portuguesas.

Com estes instrumentos, o Governo pretende levar mais de mil milhões de euros à economia no terceiro trimestre deste ano.

"Não faltam empresários, iniciativas e vontade de investir. Há por isso que criar condições para que o investimento possa ter lugar", prosseguiu António Costa, que lembrou o célere trabalho da unidade de missão criada para analisar a capitalização das empresas.

E concretizou: "Quisemos em menos de um mês transformar a proposta que nos foi apresentada numa resolução de conselho de ministros, hoje aprovada".

Para o líder do executivo socialista, é "fundamental" haver uma intervenção estatal quer "na capitalização das empresas quer na estabilização do setor financeiro".

Nos próximos meses, ainda no que refere aos acordos hoje formalizados, terá de haver trabalho "transversal" nos vários ministérios para que se tornem efetivos os programas de capitalização das empresas.

O Ministério da Economia informou na quarta-feira que os dois instrumentos, a Linha de Crédito com Garantia Mútua e a Linha de Financiamento a Operações de Capital Reversível, se enquadram na implementação do Programa Capitalizar e que vão ser geridos pela Instituição Financeira de Desenvolvimento (IFD), vulgarmente conhecida como banco de fomento.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.