Número de ricos em Espanha aumenta apesar da crise


 

Lusa / AO online   Economia   23 de Jun de 2010, 12:04

O número de espanhóis com património superior a um milhão de dólares cresceu 12,5 por cento no último ano, com mais 16 mil pessoas a integrar esta lista, segundo um estudo que duas consultoras divulgaram esta quarta-feira.
Segundo o estudo, das consultoras Merrill Lynch e Capgemini, há já mais de 143 mil pessoas em Espanha com um património acima desse valor, num cálculo que exclui a casa própria e os bens de consumo.

“Este aumento deve-se em particular ao aumento da capitalização em bolsa. Muitos dos activos estão investidos em rendimentos variáveis”, explicou Lucía Granda, a responsável da Merrill Lynch para Espanha e Portugal.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.