Saúde

Número de dadores de órgãos de cadáver atingiu "valor recorde" em 2009


 

Lusa / AO online   Nacional   18 de Mar de 2010, 15:07

O número de dadores de órgãos de cadáver atingiu um valor recorde em 2009, com 31 dadores por milhão de habitantes, tendo havido um aumento em todos os transplantes, à excepção do hepático, que registou um decréscimo de 6,9 por cento.
Os números foram divulgados hoje pela Autoridade para os Serviços de Sangue e da Transplantação no Hospital de Santa Marta, em Lisboa, que realizou 11 transplantes pulmonares em 2009, contra quatro em 2008, um aumento de 250 por cento.

“Portugal é o segundo país do mundo a ultrapassar a barreira da colheita de 30 órgãos por milhão de habitantes”, salientou o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, Manuel Pizarro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.