Número de beneficiários do Rendimento Social de Inserção desceu em setembro


 

Lusa/AO Online   Nacional   21 de Out de 2016, 13:20

O número de beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI) desceu 0,6% em setembro, abrangendo 216.132 pessoas, menos 1.216 face agosto, segundo dados do Instituto de Segurança Social (ISS).

 

Comparativamente ao período homólogo do ano passado, registou-se uma subida de 4,3%, passando de 207.148 beneficiários em setembro de 2015, para 216.132 no mês passado, indicam as estatísticas da Segurança Social publicadas do ‘site’ do instituto.

O número de famílias beneficiárias de RSI também desceu em setembro, totalizando 97.246, menos 797 (-0,8%) do que em agosto.

Quando comparado com o mês homólogo do ano passado, em que 93.586 famílias beneficiaram desta prestação social, houve mais 3.660 a receberem este apoio em setembro deste ano.

O Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP) refere, na “Síntese de informação estatística da Segurança Social”, que esta prestação social tem vindo a ser “mais abrangente” desde que entraram em vigor as alterações legislativas no RSI, no início de 2016.

Este foi “o primeiro mês, desde essas alterações legislativas, que se observou uma variação mensal negativa”, refere o Gabinete de Estratégia e Planeamento.

A prestação média de RSI rondou os 112,34 euros por beneficiário e os 254,59 por família, representando descidas de 0,3% e 0,2%, respetivamente, face ao mês passado ou de 20,0% e 18,6% face ao período homólogo.

“A redução da prestação média, desde o mês de abril, explicar-se-á pela entrada de novas famílias que terão, como seria de esperar, rendimentos um pouco acima dos que eram permitidos até à entrada em vigor das novas regras de atribuição da prestação (modificação da escala de equivalência e aumento do valor de referência do RSI)”, explica o GEP.

Segundo os dados, do total de 97.246 beneficiários, 109.240 são mulheres e 106.892 são homens.

A maior parte dos beneficiários encontra-se no distrito do Porto (62.809), seguida do distrito de Lisboa (36.633), de Setúbal (18.793) e dos Açores (18.415), adiantam as estatísticas do Instituto da Segurança Social atualizadas a 20 de outubro.

As famílias estão maioritariamente concentradas nos distritos do Porto (28.748), de Lisboa (16.676), Setúbal (8.506) e no arquipélago dos Açores (6.270).



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.