Novos diretores da RTP entraram hoje em funções, quase um mês após nomeação

Novos diretores da RTP entraram hoje em funções, quase um mês após nomeação

 

Lusa/AO Online   Economia   10 de Abr de 2015, 19:27

Os novos diretores da RTP entraram hoje em funções, praticamente um mês depois de o Conselho de Administração ter indicado os seus nomes, de acordo com um despacho interno a que a Lusa teve acesso.

A 13 de março, a administração da RTP anunciou a nova estrutura organizativa da empresa, segundo a qual Paulo Dentinho substitui José Manuel Portugal na direção de informação da RTP, José Arantes fica a liderar a direção da RTP África, Teresa Paixão é a nova diretora de programas da RTP2, enquanto Rui Pêgo fica na direção da Antena 1, Antena 2 e diretor da RDP Internacional, e Nuno Reis é o diretor da Antena 3.

Gonçalo Madail assume a direção da RTP Memória e Daniel Deusdado é o novo diretor de programas da RTP1, diretor da RTP Informação e diretor da RTP Internacional.

O novo diretor de informação da rádio pública, João Paulo Baltazar, aguarda ainda o parecer da Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC), depois de Fausto Coutinho ter saído do cargo.

Também hoje foi divulgado o organograma geral da RTP.

"Na sequência da mudança de objetivos decorrentes da nomeação deste Conselho de Administração, da aprovação de um novo Projeto Estratégico e da recente assinatura de um novo contrato de concessão, o Conselho de Administração entendeu necessário efetuar alterações na orgânica da empresa", refere a ordem de serviço.

"Essas alterações visam, como se refere no Projeto Estratégico, orientar a RTP para uma lógica clara de serviço público, diferenciadora e de referência", lê-se no documento.

Entre as alterações consta a separação do ‘marketing’ da parte comercial e a autonomização da área de aquisição de conteúdos e controlo de grelha.

O organograma geral cria quatro áreas de atividade: o centro corporativo, que agrega funções que asseguram atividades transversais à organização; o suporte à atividade, que inclui as áreas de suporte à atividade, objeto principal da empresa; as operações, que suportam em termos operacionais a atividade, e os conteúdos, que asseguram os serviços de programas, rádio, televisão e informação e atividades relacionadas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.