Novo mecanismo só deverá comprar dívida de Portugal em setembro de 2013

Novo mecanismo só deverá comprar dívida de Portugal em setembro de 2013

 

Lusa/AO online   Economia   6 de Set de 2012, 14:01

O presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Dragui, esclareceu hoje que o novo mecanismo só deverá comprar dívida pública de Portugal quando o país tentar voltar aos mercados, em setembro de 2013

O líder do BCE, que falava na conferência de imprensa após a reunião do conselho de governadores da instituição onde anunciou também o novo programa de compra de dívida soberana no mercado secundário, foi questionado diretamente pelos jornalistas sobre se o novo programa estaria operacional e pronto a comprar dívida pública de Portugal e da Irlanda imediatamente, e de Espanha no final do mês.

Na resposta, o presidente do BCE sublinhou que está nas mãos dos respetivos governos mas que a dívida destes países é elegível para efeitos deste programa, mas que tal só acontecerá “quando tentarem recuperar acesso ao mercado de dívida”, que no caso de Portugal, sem o apoio completo da ‘troika’, está previsto para o setembro de 2013.

Portugal tem feito emissões no mercado a curto prazo durante o período de vigência do programa, mas o grande teste chegará em setembro de 2013 quando tem de refinanciar uma linha de Obrigações do Tesouro (OT) que expira nesse mês, criada em 1998 e com um saldo vivo de 9,6 mil milhões de euros atualmente.

O refinanciamento desta linha de OT será a primeira sem o total apoio da ‘troika’, composta pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), Comissão Europeia e Banco Central Europeu.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.