Jogo Contra a Probreza

Novas e velhas glórias passaram pelo Estádio da Luz

Novas e velhas glórias passaram pelo Estádio da Luz

 

Susete Rodrigues/Lusa   Futebol   25 de Jan de 2010, 21:09

Novas e velhas glórias do futebol português e internacional marcaram presença, ontem, no Estádio da Luz, bem como  outras personalidades do desporto e não só, para ajudar as vítimas do sismo no Haiti
Frente a frente esteve a equipa do amigos de Zidane e Ronaldo e uma equipa Benfica All Stars, que empataram a três bolas.
O Estádio da Luz recebeu cerca de 50 000 espectadores, que puderam ver numerosas figuras do “desporto-rei” em ritmo de recreação, nomeadamente o árbitro italiano Pierluigi Collina ou os antigos futebolistas encarnados Matts Magnusson, Fabrizio Miccoli, Rui Costa, Humberto Coelho, Mozer, Valdo, Chalana, Shéu ou Nené, entre outros. Os visitantes contaram com Figo, Pauleta e Fernando Couto entre outros “craques” estrangeiros como Henry ou Kaká e o haitiano do Leixões, Sonny.
No final do encontro, o secretário-geral da ONU, Ban Kin-Moon afirmou que “este “Jogo Contra a Pobreza” mostra, uma vez mais, que os atletas, a família das Nações Unidas e o mundo do desporto podem trabalhar em conjunto em prol da consecução dos Objectivos de Desenvolvimento do Milénio e da construção de um mundo melhor. Em jogos como este, todos saímos vencedores”.
Antes do encontro e em dia de aniversário, Eusébio referiu estar orgulhoso e pediu “saúde e alegria”. “Neste momento, sinto-me uma criança porque faço anos. Desejo saúde para mim, como desejo para os outros. Estou orgulhoso por mais um aniversário”, disse.
Eusébio falou ainda do “seu” Benfica e explicou que a época realizada até ao momento é uma “prenda especial”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.