Nova Zelândia rejeita mudar de bandeira

Nova Zelândia rejeita mudar de bandeira

 

Lusa/AO online   Internacional   24 de Mar de 2016, 11:48

Os neo-zelandeses rejeitaram em referendo substituir a bandeira do país, que ostenta o símbolo da União britânica, por um novo estandarte, de acordo com os resultados preliminares.

 

A comissão eleitoral da Nova Zelândia anunciou que 56,61% dos eleitores votaram a favor da manutenção da atual bandeira, contra 43,61% que apoiavam a mudança.

"A Nova Zelândia votou para manter a nossa atual bandeira. Encorajo todos os neo-zelandeses a usá-la, adotá-la e, mais do que isso, ter orgulho dela", afirmou na rede social Twitter o primeiro-ministro John Key, um dos principais defensores da mudança.

Key tinha declarado que a atual bandeira é "uma relíquia colonial".

"Reconheço que alguns estarão dececionados com o resultado, mas a maioria dos neo-zelandeses expressou-se e devemos todos aceitar esta decisão", afirmou, em comunicado, o vice-primeiro-ministro Bill English.

A consulta, apenas por via postal, começou a 03 de março e terminou hoje às 19:00 locais (06:00 em Lisboa).

A bandeira neo-zelandesa é um retângulo de fundo azul marinho e tem, no canto superior esquerdo, o símbolo da União ("Union Jack") e quatro estrelas que representam a constelação do Cruzeiro do Sul.

A concorrente "Silver Fern" apresentava uma folha de feto prateada, símbolo da equipa campeã do mundo de raguebi dos All Blacks, com fundo azul e preto, mantendo as quatro estrelas do Cruzeiro do Sul.

O referendo pôs fim a 18 meses de debate, por vezes acesso, sobre questões de identidade nacional nesta nação do Pacífico Sul de 4,5 milhões de habitantes.

Criada pelo 'designer' Kyle Lockwood, a "Silver Fern" derrotou quatro outras propostas num referendo preliminar em dezembro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.