Nova operação do exército brasileiro em favelas nos arredores do Rio de Janeiro


 

Lusa/AO online   Internacional   16 de Ago de 2017, 16:12

Efetivos militares brasileiros estão hoje a realizar uma grande operação contra o crime organizado nas favelas de Niterói, cidade que fica nos subúrbios do Rio de Janeiro.


A ação é uma nova demonstração de força do Governo local para tentar combater um surto de violência que atinge este Estado brasileiro.

A operação em Niterói começou às 05:00 locais (9:00 em Lisboa) e envolve a participação de cerca de 2.600 militares com o objetivo de prender 26 pessoas, apreender dois menores de idade e cumprir 34 mandados de busca e apreensão.

Há dez dias, uma operação similar que mobilizou cerca de 5.000 soldados e membros das forças policiais em várias favelas nos distritos do norte e oeste da cidade do Rio de Janeiro e resultou em pelo menos duas mortes.

"O exército tem a missão de controlar o acesso de certas favelas e os soldados foram colocados em pontos estratégicos. Algumas ruas são bloqueadas e o espaço aéreo é controlado", anunciaram os serviços de segurança do Rio de Janeiro em comunicado.

Em julho, o governo brasileiro mobilizou 10 mil soldados para reforçar segurança no Rio de Janeiro.

No primeiro semestre deste ano, o Estado do Rio de Janeiro registou o maior nível de violência desde 2009, com 3.457 homicídios, 15% mais que no mesmo período de 2016, de acordo com dados do Instituto de Segurança Pública (ISP).

Um ano depois de receber os Jogos Olímpicos, a "Cidade Maravilhosa" vive um clima de insegurança, escândalos de corrupção e uma grave crise financeira que impede as autoridades locais de pagar a tempo os salários dos seus funcionários, incluindo a polícia.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.