Museus

Nova Iorque devolve 19 peças do túmulo de Tutankhamon ao Egipto


 

Lusa/AO online   Internacional   10 de Nov de 2010, 17:22

O museu Metropolitan de Nova Iorque aceitou restituir ao Egipto 19 pequenas peças provenientes do túmulo do faraó Tutankhamon, anunciou hoje o conselho de antiguidade egípcio.
"Graças à generosidade e ao sentido ético do Metropolitan, estes objectos vão poder voltar a reunir-se aos outros tesouros do jovem faraó" que viveu há mais de três mil anos, comentou o chefe do conselho, Zahi Hawass, num comunicado.

As peças antigas são maioritariamente compostas por pequenos fragmentos, mas há quatro "com um interesse histórico mais significativo", como um pequeno cão em bronze e um elemento de um bracelete que representa uma esfinge.

Os objectos vão continuar expostos nos Estados Unidos até meados de 2011, antes de serem enviados para o Egipto.

O túmulo de Tutankhamon, faraó da XVIII dinastia, morreu presumivelmente com 18 anos após ter reinado durante uma década. O corpo foi descoberto pelo arqueólogo britânico Howard Cárter, em 1922.

Na altura o fabuloso tesouro funerário descoberto com o corpo do faraó ficou no Egipto, mas as peças mais pequenas saíram do país.

O Egipto tem vindo a desenvolver intensas diligências para conseguir o regresso de inúmeras antiguidades dispersas pelo mundo, argumentando que uma grande parte saiu do país de forma ilegal.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.