Nova emissão filatélica destaca lugares emblemáticos de Lisboa

Nova emissão filatélica destaca lugares emblemáticos de Lisboa

 

Lusa / AO online   Economia   21 de Ago de 2016, 12:28

Quatro "zonas emblemáticas de Lisboa" inspiram a nova emissão filatélica, que é posta a circular na próxima sexta-feira, anunciaram os CTT-Correios de Portugal.

 

As "zonas emblemáticas" que ilustram quatro selos são o Cais das Colunas, o Castelo de São Jorge, a Ribeira das Naus e o Parque Eduardo VII.

"Esta emissão pretende celebrar Lisboa como cidade que, ao longo de tantos séculos, nunca perdeu a originalidade. Uma cidade construída sobre sete colinas com uma grande ligação ao rio que a acompanha, e com grandes tradições, boémia no Bairro Alto, multiétnica na Mouraria, romântica no Príncipe Real, característica em Alfama e monumental em Belém", lê-se no comunicado divulgado pelos CTT.

Segundo a mesma fonte, celebra-se a "evidente ligação do rio Tejo à capital portuguesa, um rio que faz parte da vida dos lisboetas e de todos os que a visitam".

A "Ribeira das Naus é hoje um espaço público que privilegia o cidadão e o seu contacto com o rio, e é visitada diariamente por milhares de turistas e lisboetas que aproveitam os seus jardins envolventes".

A Praça da Comércio, antigo Terreiro do Paço, frente ao qual se encontra o Cais das Colunas, assinalado por duas colunas de pedra nas margens do Tejo, é "emblemático da cidade com um enquadramento único entre as sete colinas e o rio".

"Nesta emissão filatélica está representado o maior parque de Lisboa, o Parque Eduardo VII, bem como, a vista do Castelo de São Jorge".

O Parque Eduardo VII ocupa 25 hectares e a atual configuração data de 1940, de autoria do arquiteto Keil do Amaral. O parque foi batizado em 1903 com o nome do monarca inglês que visitara a capital no ano anterior.

O selo do Cais das Colunas, com uma tiragem de 135.000 exemplares, tem o valor facial de 0,47 euros, o da perspetiva do Castelo de São Jorge tem uma tiragem de 110.000 exemplares e o valor facial de 0,65 euros, o da Ribeira das Naus tem uma tiragem de 135.000 exemplares e o valor facial de 0,75 euros, e, finalmente, o do Parque Eduardo VII tem uma tiragem de 115.000 exemplares e o valor facial de 0,80 euros.

As ilustrações são de autoria do gabinete Dawe Works -- Comunicação Global, e os selos têm um formato de 40 X 30,6 milímetros.

Os CTT informam ainda que as obliterações de primeiro dia serão feitas nas suas lojas dos Restauradores, em Lisboa, Munícipio, no Porto, Zarco, no Funchal e Antero de Quental, em Ponta Delgada.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.