Casa Pia

Nova directora da Casa Pia de Lisboa quer acabar com estigma da pedofilia

Nova directora da Casa Pia de Lisboa quer acabar com estigma da pedofilia

 

Lusa/AO online   Nacional   24 de Set de 2010, 16:13

A nova directora da Casa Pia de Lisboa quer “quebrar o estigma negativo” por causa do escândalo de pedofilia e, entre os projectos que se propõe, conta-se um levantamento do destino das crianças e jovens que passaram pela instituição.
Na primeira entrevista desde que tomou posse como presidente do Conselho Directivo da Casa Pia de Lisboa (CPL), há um mês, Cristina Fangueiro revelou que sonha mudar a imagem que actualmente a instituição tem.

“Gostava muito de ajudar a quebrar este estigma negativo que a Casa Pia tem. Não o sinto internamente, mas externamente sim”, disse.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.