Nova associação causa polémia com Liga Contra o Cancro


 

Lusa/Ao online   Nacional   11 de Dez de 2007, 07:39

A criação de uma associação contra o cancro do colo do útero está a provocar uma polémica com a Liga Portuguesa Contra o Cancro devido à semelhança de nomes entre as duas organizações.
A nova associação, constituída maioritariamente por ginecologistas, foi fundada a 21 de Setembro adoptando a designação Liga Portuguesa Contra o Cancro do Colo do Útero.

    Perante o anúncio da sua apresentação pública, a Liga Portuguesa Contra o Cancro colocou no seu site na Internet um esclarecimento, onde se demarca da "auto-denominada Liga Portuguesa Contra o Cancro do Colo do Útero".

    Em declarações hoje à agência Lusa, Vítor Veloso, presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, fundada em 1941, disse ter ficado "perplexo" quando soube que a nova associação tinha "um nome sobreponível" ao da Liga.

    "Achamos perfeitamente inconcebível o nome e ficámos perplexos por terem aceite essa denominação", explicou Vítor Veloso, acrescentando que, além do nome, nada tem contra a nova associação.

    "A única coisa que queremos é que não haja nomes idênticos. De resto, as associações formam-se quando e como quiserem", continuou.

    No site, a Liga Portuguesa Contra o Cancro esclarece que "não tem qualquer relação, e muito menos qualquer vínculo", com a nova Liga Portuguesa Contra o Cancro do Colo do Útero, acrescentando que "irá impugnar a admissibilidade do registo da dita associação".

    Num anúncio hoje publicado na imprensa, os sócios fundadores da nova Liga Portuguesa Contra o Cancro do Colo do Útero contam que a apresentação pública da sua associação, agendada para o passado dia 27 de Novembro, foi cancelada por "imprevista impossibilidade de comparência do seu apresentador [Vítor Veloso], 24 horas antes da data e hora agendadas".

    No esclarecimento, os sócios referem que a apresentação da recém-criada organização ficou a cargo do presidente da Liga Portuguesa Contra o Cancro, uma afirmação desmentida por Vítor Veloso.

    "Nunca me comprometi a ser o apresentador dessa associação. Nunca estive para a apresentar. Creio que houve uma precipitação da parte deles", argumentou Vítor Veloso, que admitiu ter tido alguns contactos com representantes desta Liga.

    No anúncio de hoje, a Liga Portuguesa Contra o Cancro do Colo do Útero apresenta-se como sendo um "grupo de cidadãos maioritariamente ginecologistas" que quer oferecer às mulheres portuguesas e seus familiares "consensos e acções claras e inequívocas na luta contra" este tipo de cancro, que em Portugal mata em média uma mulher por dia.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.