Norte-americana escreve livro infantil sobre imigrante açoriana

Norte-americana escreve livro infantil sobre imigrante açoriana

 

Ao/Lusa   Regional   12 de Jul de 2014, 08:52

Foi durante as suas corridas nos promontórios de Marin, na California, que a norte-americana Kate Morejohn reparou que a paisagem era parecido com a dos Açores e teve a ideia para o livro "Maria and the Lost Calf", que acaba de publicar.

 

"Corro muito frequentemente em Marin, perto de São Francisco, e encontro muitas vezes vestígios da presença açoriana e das suas leitarias. Enquanto corria, muitas vezes à chuva, comecei a pensar como teria sido difícil ser uma jovem rapariga naquela zona muitos anos antes", explicou a autora à agencia Lusa.

A história desenvolveu-se na sua cabeça durante vários anos e acabou por transformar-se no livro "Maria and the Lost Calf - Maria e a Bezerrinha Perdida", um livro infantil e bilingue publicado pela Portuguese Heritage Publications of California, uma organização sem fins lucrativos que estimula a investigação sobre a presença portuguesa neste estado.

A história decorre no inicio do século passado, quando a personagem principal, Maria, perde o seu bezerro que estava prometido para as festas do Espírito Santo. Quando decide procurá-lo, embarca numa aventura onde lembra a vida nos Acores, antes de vir para os Estados Unidos.

"Quando comecei a escrever, escrevi muito rápido. Talvez um mês. A história já estava toda na minha cabeça", disse Kate Morejohn.

Apesar de a autora não ter origens portuguesas, cresceu numa quinta em Santa Clara, uma zona com uma grande população açoriana.

"Tinha muitos amigos de diferentes culturas, incluindo portugueses. Conheci a sua ética de trabalho, as suas grandes e próximas famílias. Quando eu e o meu marido casámos, criámos os nossos filhos com esses mesmos valores, de trabalho árduo, amor e honra", explicou.

As ilustrações do livro de 44 páginas, indicado para crianças entre os 2 e os 12 anos, ficaram a cargo do marido da autora, Dwight Morejohn.

A autora diz que, embora o livro só tenha sido publicado no mês passado, as reações têm sido muito boas.

"Há muitas pessoas contentes por o livro estar escrito em portugueses e inglês. Dizem-me que, desta forma, conseguem ensinar os filhos e netos a falar português", explicou a autora.

Um leitor, que se identificou como Kitano, disse que o livro o comove.

"Esta história leva-me até às lágrimas quando a leio aos meus filhos. As ilustrações são majestosas. A história está cheia de emoção e da linda herança portuguesa com que a Maria é abençoada", escreveu o leitor, numa mensagem enviada à Portuguese Heritage Publications of California.

 


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.