Nível de cianeto em Tianjin 356 vezes superior ao permitido

Nível de cianeto em Tianjin 356 vezes superior ao permitido

 

Lusa/AO online   Internacional   20 de Ago de 2015, 14:57

Amostras de água recolhidas na zona da explosão da semana passada em Tianjin, norte da China, apresentaram um nível de cianeto de sódio 356 vezes superior ao permitido, informaram as autoridades.

 

“Um nível excessivo de cianeto foi detetado em oito pontos (de água) diferentes, o mais alto dos quais atingia 356 vezes” o nível permitido, informou o Gabinete de proteção ambiental de Tianjin.

O gabinete precisou que foram recolhidas amostras de água em 25 locais diferentes do interior da zona “de isolamento” definida em volta do local da explosão. Das 16 recolhidas fora dessa zona, seis continham cianeto de sódio, mas dentro dos níveis permitidos.

Anteriormente, as autoridades tinham informado de que as análises ao cianeto de sódio tinham apresentado níveis 28 vezes superiores ao limite.

Na informação hoje divulgada, o gabinete de proteção ambiental não adiantou razões para a diferença entre os valores.

A explosão, que fez 114 mortos e mais de 60 desaparecidos, ocorreu na quarta-feira da semana passada num armazém de produtos químicos na zona industrial de Tianjin, o maior porto do norte da China.

O acidente suscitou receios de uma contaminação por químicos tóxicos do ar e da água de Tiajin, cidade com cerca de 15 milhões de habitantes.

No local do acidente estavam armazenadas cerca de 700 toneladas de cianeto de sódio, segundo as autoridades.

“Toda a água poluída está na zona de isolamento”, disse à imprensa um responsável da proteção ambiental, Tian Weiyong.

As equipas no local construíram uma barreira de areia e terra em torno da “zona central” do acidente, de cerca de 100.000 metros quadrados, para evitar a fuga de poluentes.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.