Nigéria nega sequestro em massa de mulheres e crianças pelo Boko Haram

Nigéria nega sequestro em massa de mulheres e crianças pelo Boko Haram

 

Lusa/AO online   Internacional   25 de Mar de 2015, 17:34

O governo da Nigéria negou relatos de um sequestro em massa, no nordeste do país, na sequência da fuga de militantes do Boko Haram perante uma ofensiva militar contra o grupo islâmico no território.

 

 

"Não houve qualquer novo sequestro em Damasak", disse o porta-voz da segurança nacional da Nigéria, Mike Omeri, à Agência France-Presse, referindo-se à cidade recentemente retomada por tropas do Chade e do Níger, que, ao lado de militares da Nigéria e dos Camarões, têm vindo a tentar recuperar localidades tomadas pelo movimento extremista Boko Haram.

O desmentido surge após notícias de que o grupo terrorista nigeriano havia sequestrado 500 mulheres e crianças na cidade no norte do estado de Borno, onde os militares do Chade dizem ter encontrado, a semana passada, uma vala comum com cerca de 100 corpos, alguns deles decapitados.

Nas últimas semanas, o exército nigeriano, com a ajuda militar dos vizinhos Chade, Níger e Camarões, tem reconquistado posições tomadas pelo Boko Haram, principalmente no norte do país, mas o grupo costuma deixar um rasto de destruição quando tem de fugir.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.