França

Nicolas Sarkozy adverte ETA

Nicolas Sarkozy adverte ETA

 

Lusa / AO online   Internacional   18 de Mar de 2010, 11:06

A França não será uma “base de retaguarda tranquila” para a organização separatista basca ETA, acusada do assassínio na terça-feira de um polícia francês, advertiu esta quinta-feira o presidente francês, Nicolas Sarkozy.
“Que a ETA saiba bem que a mobilização da polícia e da gendarmaria da República francesa contra esta organização terrorista será total e sem perdão”, declarou Nicolas Sarkozy em Dammarie-les-Lys, a cerca de 50 quilómetros a sudeste de Paris.

“Que ninguém possa imaginar que o território da República francesa seja uma base de retaguarda tranquila para terroristas e assassinos que matam, como a ETA demonstrou a capacidade para o fazer depois de décadas”, adiantou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.