Navio afunda-se ao largo de Istambul, sete tripulantes desaparecidos


 

Lusa/AO online   Internacional   4 de Dez de 2012, 15:44

Pelo menos sete tripulantes foram esta terça-feira dados como desaparecidos, depois de um navio de carga se ter afundado ao largo da cidade de Istambul, informaram fontes oficiais turcas.

As mesmas fontes referiram que equipas de resgate turcas conseguiram salvar quatro membros da tripulação e recuperaram o corpo de outro elemento.

O navio "Volgo Balt 199", com pavilhão de São Cristóvão e Nevis (Caraíbas), contava com uma tripulação de 12 elementos (11 ucranianos e um russo) e transportava carvão.

A embarcação, proveniente da Rússia, tinha como destino o porto turco de Antalya, mas não resistiu a uma tempestade no Mar Negro e afundou-se ao largo de Istambul, noticiou a agência estatal Anatolia.

Um segundo navio, o “BBC Adriatic”, com pavilhão de Antígua e Barbuda, também está em perigo devido à forte ondulação, de acordo com o canal de televisão privado NTV.

Para tentar desviar a rota do “BBC Adriatic”, com 14 pessoas a bordo, foram enviados rebocadores.

“As condições do mar estão muito violentas, o que está a dificultar as operações de resgate”, afirmou Salih Orakci, responsável pela autoridade de segurança costeira turca, em declarações ao canal NTV.

“[Mas], se Deus quiser, vamos salvar o navio”, disse o mesmo responsável.

Salih Orakci indicou ainda que o navio “Volgo Balt 199” não enviou qualquer pedido ou sinal de socorro.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.