NATO continua a ser "séria" ameaça para a Rússia


 

Lusa / AO online   Internacional   9 de Fev de 2010, 10:07

A NATO e o seu alargamento aos países do Leste da Europa continuam a representar uma ameaça “séria” para a Rússia, considerou esta terça-feira Nikolai Patruchev, secretário do Conselho de Segurança da Rússia.
Respondendo a um apelo da NATO, Patruchev declarou que o seu país não irá participar nas operações das forças de coligação no Afeganistão.

“Estamos categoricamente contra a participação dos nossos militares em operações no Afeganistão. A chave para a solução do problema afegão não está no campo militar, mas pacífico”, acrescentou.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.