Japão

Naoto Kan, primeiro-ministro de um país ingovernável


 

Lusa / AO online   Internacional   12 de Jul de 2010, 12:08

Analistas japoneses consideraram esta segunda-feira que o primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, lidera um país ingovernável, um dia após a derrota nas eleições para o Senado, com um parlamento dividido e firme na oposição ao programa de reformas.
O Partido Democrata do Japão (PDJ), que obteve uma vitória esmagadora face aos conservadores nas eleições legislativas de agosto de 2009, perdeu no domingo o controlo do Senado, conservando apenas 106 dos 242 lugares.

Apenas um mês depois da sua chegada ao poder, Naoto Kan (centro esquerda), de 63 anos, vai ter de procurar compromissos com a oposição para fazer passar as suas propostas.

Esta tarefa revela-se complicada uma vez que Naoto Kan já não dispõe da maioria de dois terços necessária para que a Câmara de Deputados possa aprovar um texto legal à segunda volta, em caso de rejeição pelo Senado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.