Juros

"Não tenho nenhuma previsão sobre a entrada do FMI em Portugal"

"Não tenho nenhuma previsão sobre a entrada do FMI em Portugal"

 

Lusa/AO online   Economia   5 de Nov de 2010, 17:25

O ministro da Economia, Vieira da Silva, afirmou que não tem qualquer previsão sobre a possibilidade de o Fundo Monetário Internacional (FMI) entrar em Portugal, numa reacção às notícias divulgadas.
À margem da assinatura de contratos de incentivo à internacionalização da Iniciativa QREN, Vieira da Silva declarou: “Não tenho nenhuma previsão sobre a possibilidade da entrada do FMI em Portugal", nem "faço ideia nenhuma de que documento se esteja a falar”.

Portugal "tem condições nos dois planos fundamentais que estão colocados à nossa sociedade – a consolidação das contas do Estado, que é a prioridade do momento, e a afirmação da capacidade da nossa economia se renovar e se projectar para o exterior, com a ambição de reduzir os défices estruturais que a têm marcado ao longo de muitas décadas”, afirmou o governante.

Quanto à subida dos juros da dívida pública, Vieira da Silva disse sentir a mesma “apreensão [que] é comum a todos os que têm responsabilidades e participam na vida económica portuguesa”, mas considerou que essa preocupação deve motivar uma reacção adequada.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.