OE2011

"Nada nem nenhum sector é intocável" adverte Carlos César

"Nada nem nenhum sector é intocável" adverte Carlos César

 

Lusa/AO online   Regional   26 de Out de 2010, 11:32

O presidente do Governo Regional dos Açores considerou esta terça-feira que na actual conjuntura “nada nem nenhum sector é intocável”, garantindo, porém, que o “dinheiro poupado na Saúde é para melhor ser investido” nessa área.
Em resposta a críticas de responsáveis hospitalares sobre alterações impostas pelo seu Executivo em matéria de prevenções e presenças físicas de especialistas nas unidades de saúde, Carlos César sublinhou estar-se apenas perante “uma alteração de prioridades”.

“Pagar o défice do sistema de saúde é também pagar saúde”, acrescentou, em declarações hoje publicadas no portal do Governo na Internet.

Apesar de valorizar o papel dos médicos - principais críticos das mudanças introduzidas – o presidente do Executivo açoriano sustentou que “isso não quer dizer que tudo o que o Governo faça é aquilo que os médicos mandam fazer”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.