Nacional de ralis arranca em Fafe com parque automóvel invejável e seis campeões

Nacional de ralis arranca em Fafe com parque automóvel invejável e seis campeões

 

Lusa/AO Online   Motores   2 de Mar de 2016, 10:14

O Campeonato Nacional de ralis de 2016 sai na sexta-feira para as estradas de Fafe, com um dos melhores parques automóveis de sempre e vários pretendentes ao título de campeão que José Pedro Fontes vai defender.

 

Além de oferecer mais de uma dezena de R5 - o dobro dos que disputaram a competição no ano passado -, a ‘categoria da moda’, posicionada imediatamente abaixo dos WRC que disputam o Campeonato do Mundo, o Nacional de ralis coloca também em confronto seis campeões.

Se o título de 2015 apenas foi decidido na última prova, com José Pedro Fontes a sagrar-se campeão pela primeira vez com apenas 1,5 pontos de vantagem sobre Ricardo Moura, a luta pela conquista do ‘cetro’ nesta temporada promete ser ainda mais renhida.

Além de José Pedro Fontes, que se mantém com o Citroen DS3 R5, e de Ricardo Moura, campeão em 2011, 2012 e 2013, ao volante de um Ford Fiesta R5, também Pedro Meireles, que conquistou o título em 2014 e vai competir com um Skoda Fabia R5, é um sério candidato.

O Nacional que arranca no domingo nas estradas de terra da região de Fafe proporciona o regresso de mais dois ex-campeões, Fernando Peres (Ford Fiesta R5), ‘coroado’ em 1994, 1995 e 1996, e Miguel Campos (Skoda Fabia R5), que arrebatou o título em 2002.

Adruzilo Lopes, atual campeão nacional de Produção e vencedor absoluto em 1997, 1998 e 2001, também poderá competir com um R5 e dessa forma intrometer-se no lote de favoritos, que integra também Ricardo Teodósio, num Ford Fiesta R5.

Caso se sagrem campeões em 2016, Ricardo Moura, Fernando Peres ou Adruzilo Lopes igualarão o recorde de quatro títulos de Joaquim Santos (1982, 1983, 1984 e 1992), Carlos Bica (1988, 1889, 1990 e 1991) e Armindo Araújo (2003, 2004, 2005 e 2006).

Sem ‘mexidas’ significativas aos regulamentos, o campeonato de 2016 conta com apenas uma alteração em relação ao elenco de provas do ano passado, com a troca do Rali Cidade de Guimarães pelo Rali de Targa, em local ainda por designar.

Com quatro provas em piso de terra e outras tantas em asfalto, superfície em que os Porsche poderão contrariar a supremacia dos R5, o campeonato nacional arranca na sexta-feira, em Fafe, e termina a 13 de novembro, no Algarve, oitava e última prova.

O Rali de Portugal, que integra o Campeonato do Mundo de ralis, continua de fora do programa do Nacional, uma vez que a pontuação inflacionada e os custos elevados de participação acabavam por desvirtuar a competição.

 

Calendário do campeonato nacional de ralis de 2016:

Rali Serras de Fafe, 04-05 março (terra).

Rali de Castelo Branco, 23-24 abril (asfalto).

Azores Airlines Rali, 02-04 junho (terra).

Rali Vidreiro - Centro de Portugal, 01-02 julho (asfalto).

Rali Vinho da Madeira, 04-06 agosto (asfalto).

Rali de Mortágua, 16-17 setembro (terra).

Rali do Targa, 14-15 outubro (terra).

Rali Casinos do Algarve, 12-13 novembro (asfalto).

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.