Músicos da Orquestra Geração de Portugal em estágio europeu em Istambul


 

Lusa/AO online   Nacional   13 de Ago de 2014, 19:18

A Orquestra Geração de Portugal participa, a partir de quinta-feira, num "estágio de verão" até ao dia 22, na Universidade do Bósforo, em Istambul.

 

A Orquestra Geração é um projeto pedagógico de inclusão social através da música, que apoia 800 crianças em Portugal, dirigido por António Wagner Diniz, do Conservatório Nacional.

No “Sistema Europa Youth Orchestra”, a Orquestra Geração participa com 15 músicos, numa “partilha cultural que se vai fazer entre muitas línguas diferentes e notas de música que facilitam a comunicação global, dando origem a um programa que será apresentado em concertos públicos”, indica um comunicado.

Para a orquestra portuguesa, além de trabalhar o repertório musical, este encontro é “um momento importante de consolidação do projeto Sistema Europa, pondo em comum muitas das experiências de cada país, tanto em termos pedagógicos como nas formas de usar a música como elemento de desenvolvimento social e comunitário”.

O projeto Orquestra Geração, em que “Portugal é pioneiro”, surgiu a partir do modelo EL Sistema, da Venezuela, adaptado às realidades locais.

“Especificamente, a estratégia portuguesa passa por uma ligação direta à escola, incentivando a formação global dos alunos, combatendo o insucesso escolar e servindo de incentivo de ligação à comunidade”, lê-se no mesmo comunicado.

Em abril passado, em declarações à Lusa, Wagner Diniz realçou "as mais-valias" do projeto, no currículo escolar dos alunos, que revelam "melhor aproveitamento das matérias" e que "se mostram mais concentrados e atentos", contribuindo para "o aumento do rendimento escolar".

Por outro lado, salientou, os professores - cedidos pelo Ministério da Educação - que trabalham com os jovens "ganham competências que vão usar no seu futuro, nomeadamente de dinâmica pedagógica e como captar a atenção dos alunos", afirmou.

Os jovens que se deslocam à Turquia, acompanhados por três professores, têm entre os 13 e os 19 anos, são provenientes de diferentes núcleos da Orquestra Geração, nomeadamente da Amadora (Agrupamento de Escolas Miguel Torga e Agrupamento Almeida Garret), de Sintra (Agrupamento de Escolas Mestre Domingos Saraiva), de Vila Franca de Xira (Agrupamento de Vialonga) e de Loures (Agrupamento Eduardo Gageiro).

Em Istambul reúnem-se, segundo números avançados pela orquestra portuguesa, “mais de 200 músicos, entre os 11 e os 20 anos”, das várias Orquestras Geração europeias, acompanhados por 30 docentes, que também participam na formação, colocando neste trabalho conjunto as experiências acumuladas ao longo do ano letivo”.

Entre as obras que a grande orquestra juvenil internacional vai preparar conta-se, “Danzón N.º 2, de Arturo Marquez, “Guilherme Tell”, de Rossini, o quarto movimento da 9.ª Sinfonia, de Dvorak, o prelúdio da suite “Holberg”, de Grieg, a “Marcha Eslava”, de Tchaikovsky, “Eine Kleine Nachtmusik”, de Mozart, e o “Hino à Alegria”, de Beethoven.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.