Museu Carlos Machado promove oficina de Capachos de Espadana

Cultura e Social /
Museu Carlos Machado

865 visualizações   

O Museu Carlos Machado, em parceria com o Centro Regional de Apoio ao Artesanato, a Cresaçor, a Junta de Freguesia das Sete Cidades e a Associação de Juventude da Candelária, promove a 11 de junho a realização de uma oficina de Capachos de Espadana.
 

Esta oficina, que decorre no âmbito do projeto "Sete Cidades - Para Além da Paisagem", será orientada por Bento Silva, que produz utensílios em espadana e em vime, dominando também as técnicas de construção de muros em pedra seca.

A espadana ou linho-da-Nova-Zelândia (Phormium tenax) é uma planta que foi introduzida no século XIX na ilha de São Miguel.

Esta planta, com fibras resistentes, permite o fabrico de panos, cordas, tapetes e capachos, entre outros artefactos.

No início do século XX, existiam sete fábricas de desfibração de espadana em São Miguel, mas atualmente esta indústria já não existe na ilha, apesar da planta continuar a ser cultivada e muito usada, nomeadamente na manufatura de capachos.

A oficina vai decorrer na Loja da Ecoatlântida, nas Sete Cidades, entre as 15h00 e as 17h30, estando a participação sujeita a inscrição prévia.