Museu Carlos Machado promove exposição "Domingos Rebêlo. Porventura um pouco sonhador"

Museu Carlos Machado promove exposição "Domingos Rebêlo. Porventura um pouco sonhador"

 

Ana Carvalho Melo   Cultura e Social   7 de Jun de 2016, 11:33

O Museu Carlos Machado promove sexta-feira, 10 de junho, pelas 18h30, no Núcleo de Santa Bárbara, em Ponta Delgada, a inauguração da exposição "Domingos Rebêlo. Porventura um pouco sonhador".

A exposição, que ficará patente ao público até 25 de setembro, é inaugurada no dia em que o Museu Carlos Machado assinala mais um aniversário e decorre no ano em que se comemora o 125.º aniversário do nascimento do pintor Domingos Rebêlo.

Segundo nota do executivo regional, a mostra, que pode ser visitada nos horários em vigor para o verão, reúne vários e marcantes exemplos do percurso artístico de Domingos Rebêlo, centrando-se na pintura, área que o distingue como um dos maiores artistas açorianos.

Citada na mesma nota, a coordenadora da exposição, Leonor Pereira, salientou que “homenagear Domingos Rebêlo é acompanhá-lo indo ao encontro dos públicos ao alargar a mostra a diferentes intervenientes e a outros espaços da cidade", acrescentando que, nesse sentido, foi desenhado "um percurso que se abriu, em diálogo com a sua obra, a uma diversidade de olhares e às distintas linguagens que os expressam", numa dinâmica criativa que alia música, fotografia, vídeo, animação, cerâmica, têxteis, poesia, conto, crónica, expressão plástica de alunos e também a conferência e a conversa informal.

O circuito, que parte e regressa ao Núcleo de Santa Bárbara, passa pelo Núcleo de Arte Sacra, Biblioteca Pública, Atelier Sara França, Galeria Miolo, Louvre Michaelense e Tasca.

Estes são os pontos de encontro com as respostas aos desafios lançados a António Eduardo Soares de Sousa, Fernando Nunes, Inês Ribeiro, Luís Correia Carmelo, Luís Filipe Miranda, Manuela Bronze, Maria João Teixeira, Miolo (Vítor Marques e Mário Roberto), Paulo Lima, Pedro Gaspar, Sara Azad, Sara França e a 230 alunos das escolas secundárias Domingos Rebelo e Antero de Quental, orientados pelos professores Ana Lúcia Figueiredo, Jorge Pimentel e Isabel Silva Melo.

Ainda no âmbito desta iniciativa, em colaboração com a Universidade dos Açores, será realizado um ciclo de conferências denominado "Domingos Rebêlo sob Múltiplos Olhares", num total de cinco sessões que se estendem de junho a julho e que contam com a participação de 10 palestrantes de diferentes áreas de especialização que responderam ao convite de Rosa Simas e Suzana Caldeira.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.