Município da Madalena, vende lotes de habitação para fixar pessoas

Município da Madalena, vende lotes de habitação para fixar pessoas

 

Lusa/AO Online   Regional   9 de Set de 2016, 20:13

A Câmara da Madalena, nos Açores, vai vender em hasta pública dez lotes de terreno na sede do concelho para construção de habitação, iniciativa que visa promover a fixação de pessoas naquele município da ilha do Pico.

Segundo informação da autarquia, os lotes vão ter um preço base de licitação entre os 20 e os 28 mil euros, estando incluído no montante o respetivo projeto de arquitetura.

O município adianta que a iniciativa é um “esforço efetivo para combater a desertificação demográfica, um dos maiores flagelos com que a ilha e a região se debatem”.

À agência Lusa, o presidente da Câmara, José António Soares, disse hoje que estes lotes permitem, por outro lado, a urbanização de três espaços no centro da vila.

“Um dos nossos grandes objetivos é requalificar e fazer com que as pessoas fiquem no centro da vila”, afirmou José António Soares, explicando que esta iniciativa não é inédita no município que, de acordo com os Censos 2011, tinha cerca de seis mil habitantes.

O autarca adiantou que o município disponibilizou no passado um loteamento junto ao parque de campismo, com 14 lotes, estes destinados a jovens casais.

“Neste, falta apenas um lote para ficar completa a urbanização”, declarou, assinalando ainda que o município dispõe de outros três, junto à escola cardeal Costa Nunes, que se encontram em hasta pública.

José António Soares referiu que a novidade da nova hasta pública, destinada à população do concelho e prevista para 19 de outubro nos Paços do Concelho, é a inclusão dos projetos de arquitetura.

“Há muitas pessoas interessadas nos lotes e que têm procurado o município. A nossa expectativa é alta”, referiu.

No âmbito das políticas de combate à desertificação, José António Soares adiantou que o município promove, também, a entrega de ‘kits’ de natalidade, com produtos essenciais para os primeiros meses de vida dos bebés, iniciativa que arrancou este ano e contemplou já 20 famílias.

Às famílias numerosas, a autarquia tem igualmente prestado apoio com isenção dos custos de alguns serviços municipais.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.