Aviação

Mundo vai precisar de 26 mil novos aviões nos próximos 20 anos

Mundo vai precisar de 26 mil novos aviões nos próximos 20 anos

 

Lusa/AO online   Economia   13 de Dez de 2010, 10:51

O construtor aeronáutico europeu Airbus divulgou esta segunda-feira previsões que apontam para uma procura de 26 mil novos aviões até 2029, com o mercado a valer na altura 3.200 mil milhões de dólares (2.400 mil milhões de euros).
“A retoma é mais forte do que o previsto”, considerou o director comercial da Airbus, John Leahy, citado num comunicado da construtora, que refere que o mercado tem vindo a crescer graças, sobretudo, à procura asiática.

As actuais previsões representam assim uma ligeira subida em alta das estimativas da Airbus, que tinha previsto, no ano passado, uma procura de 25 mil aviões de carga e passageiros.

Segundo a construtora europeia, a procura vai aumentar devido ao interesse das companhias aéreas de todo o mundo por aviões que permitam maiores poupanças de combustível, pela expansão dos mercados emergentes e pelo rápido crescimento nas transportadoras de baixo custo.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.