Ambiente

Mundo deve convergir no combate às alterações climáticas

Mundo deve convergir no combate às alterações climáticas

 

Lusa/AO online   Internacional   16 de Nov de 2010, 10:03

A duas semanas do início da conferência sobre ambiente no México, as Nações Unidas sublinharam a necessidade de um compromisso para que os esforços internacionais de combate às alterações climáticas convirjam para uma solução.
“Cancún vai ser um sucesso se as partes se comprometerem”, afirmou Christiana Figueres, secretária executiva da Convenção das Nações Unidas para as Alterações Climáticas (UNFCCC), em Bona, Alemanha.

A responsável disse que os países envolvidos “têm de equilibrar as suas expectativas para que cada um possa levar para casa um feito positivo, permitindo aos outros que façam o mesmo”, sublinhando que “é assim que os acordos multilaterais são feitos em todo o lado e é assim que tem de acontecer no clima também”.

A convenção da UNFCCC – a Conferência para as Alterações Climáticas das Nações Unidas – tem lugar em Cancún de 29 de Dezembro a 10 de Dezembro. A UNFCCC é um tratado internacional que aborda o que pode ser feito para reduzir o aquecimento global e gerir o aumento das temperaturas, facto que é considerado inevitável.

Alguns países aprovaram um documento que acresce ao tratado, o Protocolo de Quioto, que inclui medidas mais fortes e juridicamente vinculativas.

Christiana Figueres tem consciência de que haverá “diferenças políticas” que precisam de ser esbatidas entre os países que vão participar no encontro.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.