Mulher mais velha da Península Ibérica comemora 111 anos


 

Lusa / AO online   Nacional   7 de Jul de 2010, 18:34

A mulher mais idosa da Península Ibérica comemora esta quarta-feira 111 anos “feliz e com uma festa muito bonita”, na companhia da filha e de auxiliares do lar lisboeta onde vive, contou esta quarta-feira uma das suas filhas.

Maria Luiza Nunes da Silva é também a 51ª pessoa mais velha do mundo e a 14ª da Europa, tendo vivido já em três séculos e doze décadas.

Segundo contou esta quarta-feira uma das duas filhas que Maria Luiza teve, Maria Luísa Seabra, com 85 anos, “a festa foi linda, com muitas fotografias” e a mãe “estava muito feliz”.

A festa contou ainda com uma missa privada na Ordem Terceira de São Francisco e, segundo a filha, “é muito bem tratada” no lar: "Julga que está numas termas e está feliz, isso é que interessa”.

A “super centenária” depende há cinco anos de uma cadeira de rodas, mas “faz os exercícios todos com o fisioterapeuta do lar”.

“Às vezes chama pelas amigas que já morreram há 50 anos e quer convidar as pessoas para a visitarem no lar", mas ainda "consegue fazer melhor do que outras senhoras que estão lá os exercícios que o fisioterapeuta pede”, disse Maria Luísa Seabra.

Hoje com 111 anos, a super centenária portuguesa tem 14 trinetos, 49 bisnetos e 12 netos. Nascida em Barcelos filha de um juiz conselheiro do Supremo Tribunal de Justiça, Maria Luiza passou por Coimba e Lisboa, onde casou, foi “senhora da sua casa” e teve três filhos: duas meninas e um rapaz, que já morreu entretanto.

Já depois de casada, a mulher mais idosa de Portugal viveu também em Moçambique.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
Consulte os termos e condições de utilização e a política de privacidade do site do Açoriano Oriental.