OE2011

Mota Amaral responsabiliza Governo pela rotura das negociações


 

Lusa   Economia   27 de Out de 2010, 12:41

O antigo presidente da Assembleia da República Mota Amaral considerou esta quarta-feira que a rotura nas negociações entre o Governo e o PSD sobre o Orçamento de Estado para 2011 se deveu a uma “posição irredutível” do Executivo de José Sócrates.
“Depois do esforço investido sempre considerei que se chegaria ao fim com um acordo”, acrescentou Mota Amaral.

Segundo sublinhou, era “ao Governo que tinha a obrigação de propiciar condições para o acordo”.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.