Moscovo tentou influenciar conselheiros de Trump durante campanha eleitoral

Moscovo tentou influenciar conselheiros de Trump durante campanha eleitoral

 

Lusa/Açoriano Oriental   Internacional   22 de Abr de 2017, 18:14

Agentes russos tentaram orientar a campanha presidencial de Donald Trump no ano passado tentando influenciar os seus colaboradores mais próximos, entre os quais o antigo conselheiro de política externa Carter Page, afirmou a CNN.

 

Segundo a emissora televisiva, aquelas práticas foram evocadas durante uma reunião no ano passado da polícia de investigação federal norte-americana, FBI, que lançou posteriormente um inquérito para tentar determinar se existiu “coordenação” entre próximos do atual presidente e responsáveis russos durante a campanha de 2016.

Não é claro se Carter Page sabia ou não das tentativas de Moscovo de o utilizar, disseram à CNN responsáveis norte-americanos que não quiseram ser identificados.

O antigo conselheiro foi vigiado pelo FBI no ano passado por eventuais ligações à Rússia e faz parte do inquérito mais vasto das autoridades norte-americanas sobre as tentativas russas para influenciar as presidenciais dos Estados Unidos.

O visado negou os factos, que qualificou de “uma piada” na semana passada.

Segundo a CNN, vários outros conselheiros de Donald Trump estiveram em contacto com responsáveis ou agentes russos, com uma frequência suficiente para despertar as suspeitas dos serviços de informação norte-americanos e europeus.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.