Óbito

Morreu Horácio Roque, fundador do Banif

Morreu Horácio Roque, fundador do Banif

 

Lusa / AO online   Nacional   19 de Mai de 2010, 10:50

O fundador do Banco Internacional do Funchal (Banif), comendador Horácio Roque, morreu esta quarta-feira na sequência de um AVC no início de Março, disse à Lusa fonte oficial do banco
Horácio Roque foi assistido no hospital de Cascais e depois transferido para os cuidados intensivos do hospital de São José, onde ficou em "estado crítico", segundo fonte do hospital.

Nasceu em 1944 em Oleiros, Castelo Branco, e aos 14 anos parte para Angola onde começa a trabalhar numa mercearia em Luanda. Aos 17 anos dá início ao seu primeiro negócio juntamente com outra empresária, uma cervejaria em Luanda.

Em abril de 1974, quando rebentou a revolução em Portugal, Horácio Roque já tinha investimentos no imobiliário, em Angola, onde se manteve até 1976.

Foi no ano seguinte, em 1977, que o empresário começou a desenvolver a sua actividade na África do Sul, onde detinha participações em empresas de diversos sectores da economia.

Em 1980 arrancou com vários investimentos em Portugal, no imobiliário, indústria, serviços, turismo, comércio internacional e na banca e seguros.

Através das suas holdings pessoais - as sociedades anónimas Rentipar Financeira-SGPS, Rentipar Indústria-SGPS, Rentipar Seguros SGPS e Rentipar Investimentos SGPS - Horácio Roque participava actualmente em vários sectores da economia em Portugal, África e América do Norte e do Sul.

Na área financeira, Horácio Roque presidia ao Banif-Grupo Financeiro, do qual era accionista maioritário e que inclui, designadamente, sociedades das áreas da banca, seguros, leasing, aquisições a crédito, corretagem e gestão de fundos.

A Fundação Horácio Roque, à qual o banqueiro presidia, foi criada em 1991, com o objectivo de desenvolver actividades nas áreas educativa, social e cultural.

O empresário foi por várias vezes condecorado, recebendo, entre outras, a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique (1988), recebida do Presidente da República e a Condecoração Nacional da Ordem de Vasco Nuñez de Balboa (1998) do Presidente da República do Panamá.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.