Morais Sarmento desafia Marcelo a patrocinar pactos de regime

Morais Sarmento desafia Marcelo a patrocinar pactos de regime

 

Lusa/AO online   Nacional   17 de Fev de 2018, 16:21

O ex-vice-presidente do PSD Nuno Morais Sarmento saudou hoje, “sem pudor nem vergonha”, a eleição de Marcelo Rebelo de Sousa para Presidente, a quem pediu que apoie e patrocine pactos de regime.

O “quase desafio” foi feito por Morais Sarmento no 37.º congresso nacional do PSD, em Lisboa, numa intervenção em que fez o elogio a Marcelo - “como um dos nossos” -, de quem o partido “deve ter orgulho”.

“Devemos a Marcelo uma palavra de admiração e de agradecimento pelo exemplo que nos continua a dar”, disse.

Depois deixou o “quase desafio” que é o de assumir o patrocínio de pactos para fazer as reformas importantes no país que, apesar de não ser específico, inclui o desenvolvimento do interior.

Se Marcelo aceitar esse desafio, deixar-se-á de “falar de mais ou menos centrão”.

“Passaremos a falar de um conjunto de temas de regime que passarão para o patrocínio do Presidente da República, a quem caberá mobilizar o país”, disse.

Aproveitando para isso “a particular relação que conseguiu estabelecer com os portugueses”, argumentou ainda Nuno Morais Sarmento, que foi vice-presidente de Rebelo de Sousa quando este liderou o PSD, em 1996.



Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.