Banca

Montepio representa 6,2% da banca portuguesa


 

Lusa/AO online   Economia   29 de Nov de 2010, 17:41

Com a compra do Finibanco pelo Montepio, este passará a representar 6,2 por cento da banca portuguesa, disse esta segunda-feira o presidente do banco, António Tomás Correia, após ter sido conhecido o sucesso da Oferta Pública de Aquisição (OPA).
Após a sessão oficial em bolsa em que foi conhecido que o Montepio detém agora 99,63 por cento do capital social do Finibanco, o banqueiro afirmou que, com a integração do Finibanco, o Montepio passará a representar 6,2 por cento do sistema bancário português.

Ainda na cerimónia oficial, Tomás Correia elogiou aquilo que considerou uma operação “limpa”, já que, afirmou, “esta OPA não teve qualquer correcção das autoridades”, quer da Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários quer da Autoridade da Concorrência.

O banqueiro fez questão ainda de frisar o carácter “amigável da operação”.

De facto, na sala o ambiente era de geral satisfação, com o presidente do Finibanco, Humberto Costa Leite, a congratular o Montepio, recomendando que este “intensifique as sinergias para ir buscar o capital investido”.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.