Moção de rejeição do BE fala em "legítima esperança num novo ciclo político"

Moção de rejeição do BE fala em "legítima esperança num novo ciclo político"

 

Lusa/AO online   Nacional   10 de Nov de 2015, 10:30

A moção de rejeição do Bloco de Esquerda (BE) ao Governo PSD/CDS-PP fala numa "legítima esperança num novo ciclo político" potenciado pelas legislativas de 4 de outubro.

 

"Considerando que o resultado das últimas eleições legislativas demonstrou uma enorme vontade de mudança e abriu a possibilidade da sua concretização, criando uma legítima esperança num novo ciclo político", o BE apresenta a sua moção de rejeição, aponta o arranque do texto.

A coligação de direita, notam os bloquistas, "perdeu mais de 700 mil votos e a maioria absoluta na Assembleia da República, tendo passado de 132 para 107 deputados e deputadas", e o atual Governo foi empossado "numa tentativa de dar continuidade à política de austeridade e confronto com a Constituição da República Portuguesa que marcou a governação ao longo dos últimos anos", lamenta o Bloco.

Desvalorização de salários, degradação do Serviço Nacional de Saúde, emigração e Estado Social são algumas das áreas elencadas na moção de rejeição apresentada.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.