Finanças regionais

Ministro das Finanças assumiu posição "desrespeitadora" do parlamento

Ministro das Finanças assumiu posição "desrespeitadora" do parlamento

 

Lusa / AO online   Regional   5 de Fev de 2010, 10:51

A presidente do PSD/Açores, Berta Cabral, considerou esta sexta-feira que o ministro das Finanças assumiu uma posição “desrespeitadora” para com o parlamento, ao admitir recorrer a uma lei de estabilidade orçamental para contrariar as alterações à Lei das Finanças Regionais.
“A posição do ministro das Finanças pareceu-me um pouco desrespeitadora do quadro parlamentar existente”, afirmou a líder regional do PSD, em declarações aos jornalistas em Ponta Delgada.

Berta Cabral, que se escusou a comentar as alterações à Lei das Finanças Regionais por não conhecer a versão final do documento, salientou que a polémica resulta “do centralismo que tem qualquer que seja o governo da República”.

“Quando tomamos conhecimento que o governo da República vai emprestar a Angola 140 milhões de euros, penso que tudo o resto não passa de uma questão entre a administração regional e central”, afirmou.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.