Ministro da Cultura quer "fazer reviver universo das livrarias"


 

Lusa/AO online   Nacional   3 de Mar de 2016, 17:11

O ministro da Cultura manifestou em Anadia a vontade "fazer reviver o universo das livrarias, eventualmente numa lógica de proximidade com as bibliotecas da rede pública nacional".

 

Durante a sessão de abertura da conferência Internacional (Re)Pensar a Biblioteca Pública, em Anadia, distrito de Aveiro, João Soares alertou "para o problema da morte das livrarias em tantas partes do país" e revelou que o seu ministério está a promover "uma reflexão com agentes privados do setor" livreiro para tentar encontrar uma solução para o problema.

"No quadro da reflexão que estamos a fazer em termos de Ministério da Cultura e em termos de articulação com os agentes privados desse setor, nomeadamente os editores, a APEL (Associação Portuguesa de Editores e Livreiros) e os livreiros, temos estado a ponderar e a falar com autarcas no sentido de fazer reviver o universo das livrarias, eventualmente numa lógica de proximidade com as bibliotecas da rede pública nacional que estão presentes em todo o país", disse.

João Soares não adiantou mais pormenores sobre um eventual plano para salvar as livrarias, mas não poupou elogios ao trabalho dos bibliotecários e ao funcionamento da rede nacional de bibliotecas públicas.

"Não há lacunas sérias na rede pública nacional de bibliotecas", disse o governante, que elogiou o trabalho dos bibliotecários: "Nunca encontrei um bibliotecário que não estivesse apaixonado pelo que está a fazer".

O ministro teve também palavras de agradecimento para o trabalho dos autarcas na área das bibliotecas e disse que os portugueses têm razão para "ter orgulho nos passos gigantescos que se deu em matéria de bibliotecas".

Durante a sessão, o ministro entregou à Biblioteca Municipal de Valongo o ‘Prémio Boas Práticas em Bibliotecas Públicas Municipais' atribuído pela Direção Geral do Livro dos Arquivos e das Bibliotecas.

O Prémio Boas Práticas em Bibliotecas Públicas Municipais, que vai na segunda edição, é uma iniciativa da Direção Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, promovida com o objetivo de reconhecer e valorizar publicamente o papel social das bibliotecas públicas promovendo a divulgação, partilha e difusão das boas práticas.


Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.