Ministro compara campo de Idomeni a campo nazi de Dachau

Ministro compara campo de Idomeni a campo nazi de Dachau

 

Lusa/AO online   Internacional   18 de Mar de 2016, 10:27

O ministro do Interior da Grécia comparou o campo improvisado que acolhe milhares de refugiados em Idomeni, junto à fronteira com a Macedónia, com o campo de concentração nazi de Dachau.

 

“Não hesito em dizer que isto é um Dachau dos tempos modernos, um resultado da lógica de fechar fronteiras”, disse Panagiotis Kouroublis perante as câmaras de televisão durante uma visita ao campo.

“Quem quer que aqui venha leva vários murros no estômago”, acrescentou, prometendo reforçar o policiamento e acompanhamento médico na zona.

O Governo grego afirma que mais de 46.000 refugiados estão bloqueados no país devido ao encerramento de fronteiras pela Macedónia e outros países da rota migratória dos Balcãs.

Cerca de um terço está em Idomeni (norte), onde um campo improvisado inicialmente preparado para acolher 2.500 pessoas acolhe atualmente entre 12.000 e 15.000, na sua maioria sírios e iraquianos e entre os quais há muitas crianças.

Chuva persistente transformou o campo num lamaçal, com milhares de pessoas a dormir em pequenas tendas sobre a lama ou em valas e a esperar horas em longas filas para receber alimentos distribuídos por organizações humanitárias.

Dezenas de crianças estão doentes e foram detetados casos de hepatite, tanto em Idomeni como no acampamento que acolhe outros 15.000 refugiados junto ao porto de Pireu, em Atenas.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.