Casa Pia

Ministério Público ainda não decidiu se recorre

Ministério Público ainda não decidiu se recorre

 

Lusa/AO online   Nacional   6 de Set de 2010, 18:03

O Ministério Público só vai decidir se recorre das sentenças do processo Casa Pia depois de “analisar pormenorizadamente” o acórdão integral, que deverá receber na quarta-feira, disse esta segunda-feira fonte da Procuradoria-Geral da República (PGR).
Após uma reunião entre o Procurador-Geral da República, Pinto Monteiro, e o procurador do Ministério Público destacado para o processo Casa Pia, João Aibéu, a assessora da Procuradoria disse aos jornalistas que “só após análise pormenorizada” do acórdão será tomada alguma decisão, “designadamente no que diz respeito a eventuais recursos”.

O Ministério Público só receberá o acórdão, “com cerca de duas mil páginas”, na próxima quarta-feira, acrescentou.

A reunião entre Pinto Monteiro e João Aibéu, que demorou cerca de duas horas e meia, foi solicitada pelo Procurador-Geral da República e ambos “analisaram várias questões” relativas ao processo Casa Pia, disse a mesma fonte sem acrescentar pormenores.

O julgamento do processo de abusos sexuais na Casa Pia chegou na sexta feira passada ao fim com a leitura do acórdão final, quase seis anos depois de ter começado.

Açormédia, S.A. | Todos os direitos reservados

Este site utiliza cookies: ao navegar no site está a consentir a sua utilização.
 
Termos e Condições de Uso.